“Em cada respiração minha quero, meu Senhor, dar-vos a alma e consagrar-vos o coração.”

“Em cada respiração minha quero, meu Senhor, dar-vos a alma e consagrar-vos o coração.”

No evangelho de hoje certa mulher, conhecida na cidade como pecadora, soube que Jesus estava à mesa, na casa do fariseu. Ela trouxe um frasco de alabastro com perfume, e, ficando por detrás, chorava aos pés de Jesus; com as lágrimas começou a banhar-lhe os pés, enxugava-os com os cabelos, cobria-os de beijos e os ungia com o perfume. Vendo isso, o fariseu que o havia convidado ficou pensando: ‘Se este homem fosse um profeta, saberia que tipo de mulher está tocando nele, pois é uma pecadora.’ Jesus disse então ao fariseu: ‘Simão, tenho uma coisa para te dizer.’ Simão respondeu: ‘Fala, mestre!’ ‘Certo credor tinha dois devedores; um lhe devia quinhentas moedas de prata, o outro cinquenta. Como não tivessem com que pagar, o homem perdoou os dois. Qual deles o amará mais?’ Simão respondeu: ‘Acho que é aquele ao qual perdoou mais.’ Jesus lhe disse: ‘Tu julgaste corretamente.’ Então Jesus virou-se para a mulher e disse a Simão: ‘Estás vendo esta mulher? Quando entrei em tua casa, tu não me ofereceste água para lavar os pés; ela, porém, banhou meus pés com lágrimas e enxugou-os com os cabelos. Tu não me deste o beijo de saudação; ela, porém, desde que entrei, não parou de beijar meus pés. Tu não derramaste óleo na minha cabeça; ela, porém, ungiu meus pés com perfume. Por esta razão, eu te declaro: os muitos pecados que ela cometeu estão perdoados porque ela mostrou muito amor. Aquele a quem se perdoa pouco mostra pouco amor.’ E Jesus disse à mulher: ‘Teus pecados estão perdoados.’ Então, os convidados começaram a pensar: ‘Quem é este que até perdoa pecados?’ Mas Jesus disse à mulher: ‘Tua fé te salvou. Vai em paz!’ Beata Catarina Troiani em vista da mensagem sabia que não podia blasfemar ou julgar os donos das escravas pequenas ou mesmo a mãe adultera que abandonava o filho e outras coisas parecidas, ela apenas acolhia essa criança e a educava no amor de Deus, se a mesma sobrevivesse. Ela ensinava o poder da paz e do bem e que na vida tudo pode ser diferente, desde que, estejamos preparados para nos entregar com fé aos cuidados de Nosso Senhor Jesus Cristo e por isso mesmo a mais pecadora de hoje na palavra recebeu o perdão, pois muito grande foi seu arrependimento e sua fé.