“Meu caro Jesus quero com o vosso S. auxílio conservar e aumentar em mim e nas minhas ações não só o pensamento da vossa presença, mas estar circundada por ela como um peixe no meio d’água, agir, respirar em vós e nas vossas Santíssimas chagas, aproveitando daquelas graças que me concedestes contra todo o meu mérito”

“Meu caro Jesus quero com o vosso S. auxílio conservar e aumentar em mim e nas minhas ações não só o pensamento da vossa presença, mas estar circundada por ela como um peixe no meio d’água, agir, respirar em vós e nas vossas Santíssimas chagas, aproveitando daquelas graças que me concedestes contra todo o meu mérito”

No evangelho de hoje Jesus foi à montanha para rezar. E passou a noite toda em oração a Deus. Ao amanhecer, chamou seus discípulos e escolheu doze dentre eles, aos quais deu o nome de apóstolos: Simão, a quem impôs o nome de Pedro, e seu irmão André; Tiago e João; Filipe e Bartolomeu; Mateus e Tomé; Tiago, filho de Alfeu, e Simão, chamado Zelota; Judas, filho de Tiago, e Judas Iscariotes, aquele que se tornou traidor. Jesus desceu da montanha com eles e parou num lugar plano. Ali estavam muitos dos seus discípulos e grande multidão de gente de toda a Judéia e de Jerusalém, do litoral de Tiro e Sidônia. Vieram para ouvir Jesus e serem curados de suas doenças. E aqueles que estavam atormentados por espíritos maus também foram curados. A multidão toda procurava tocar em Jesus, porque uma força saía dele, e curava a todos. Essa força que sai de quem acredita em Jesus Beata Catarina Troiani conhecia e acreditava. Ela deixou para todos nós o exemplo da fé com obras, ou seja, não apenas acreditar na palavra, mas viver a palavra em plenitude e por isso mesmo ela nunca desistia de seguir em frente e de espalhar seu Instituto para vários lugares. Sempre tendo Deus como seu alicerce e Jesus como interventor do Pai e seu dileto esposo que sempre lhe enviava forças, providências para continuar sua missão de salvar almas para Deus.