“ Se o vínculo da caridade fraterna é o que distingue os seguidores de Cristo, quanto mais isso deve ser realidade para as religiosas.”

“ Se o vínculo da caridade fraterna é o que distingue os seguidores de Cristo, quanto mais isso deve ser realidade para as religiosas.”

No Evangelho de hoje, disse Jesus aos seus discípulos:  O mesmo acontecerá no dia em que o Filho do Homem for revelado.  Nesse dia, quem estiver no terraço, não desça para apanhar os bens que estão em sua casa. E quem estiver nos campos não volte para trás. Lembrai-vos da mulher de Ló. Quem procura ganhar a sua vida, vai perdê-la; e quem a perde, vai conservá-la. Eu vos digo: nessa noite, dois estarão numa cama; um será tomado e o outro será deixado.  Duas mulheres estarão moendo juntas; uma será tomada e a outra será deixada.  Dois homens estarão no campo; um será levado e o outro será deixado.’ Os discípulos perguntaram: ‘Senhor, onde acontecerá isso?’ Jesus respondeu: ‘Onde estiver o cadáver, aí se reunirão os abutres.’ Beata Catarina Troiani sempre agia da mesma forma e quando fosse que o Senhor resolvesse aparecer ela não olharia para trás, pois sempre seguiu em frente procurando fazer apenas a vontade de Deus e nunca se preocupou com sua vida, mas com a vida das crianças que sofriam e se perdiam e seu maior desejo era aplacar o sofrimento e encontrar alivio para as pequeninas. Devemos nós seguir seu exemplo continuamente tanto em atos como em ações.

Madre Catarina Troiani