“Sim, ó Senhor, dai-me almas: almas para salvar, para conduzir ao vosso Redil; é a única recompensa que desejamos por tantas fadigas, tantos sofrimentos nossos”

 

3ª Semana da Quaresma – Segunda-feira (05/03)

Jesus, vindo a Nazaré, disse ao povo na sinagoga: “Em verdade eu vos digo que nenhum profeta é bem recebido em sua pátria. De fato, eu vos digo: no tempo do profeta Elias, quando não choveu durante três anos e seis meses e houve grande fome em toda a região, havia muitas viúvas em Israel. No entanto, a nenhuma delas foi enviada Elias, senão a uma viúva que vivia em Sarepta, na Sidônia. E no tempo do profeta Eliseu, havia muitos leprosos em Israel. Contudo, nenhum deles foi curado, mas sim Naamã, o sírio”. Quando ouviram estas palavras de Jesus, todos na sinagoga ficaram furiosos. Levantaram-se e o expulsaram da cidade. Levaram-no até o alto do monte sobre o qual a cidade estava construída, com a intenção de lançá-lo no precipício. Jesus, porém, passando pelo meio deles, continuou o seu caminho. Beata Catarina Troiani sabia que para conseguir algo é preciso se fazer merecedor e não é apenas o fato de ser cristão que nos torna merecedores, mas o fato de transformarmos a palavra de Deus em obras e ações feitas para levar amor, caridade para todos os irmãos que procuram e era isso que muitos não conseguiam entender na época de Jesus.

Madre Catarina Troiani