“Tenho um grande desejo de fazer a Santíssima vontade em todas as coisas.”

“Tenho um grande desejo de fazer a Santíssima vontade em todas as coisas.”

No Evangelho de hoje, Jesus estava ensinando. É sua volta estavam sentados fariseus e doutores da Lei, vindos de todas as aldeias da Galileia, da Judéia e de Jerusalém. E a virtude do Senhor o levava a curar. Uns homens traziam um paralítico num leito e procuravam fazê-lo entrar para apresentá-lo. Mas, não achando por onde introduzi-lo, devido à multidão, subiram ao telhado e por entre as telhas o desceram com o leito no meio da assembleia diante de Jesus. Vendo-lhes a fé, ele disse:  Homem, teus pecados estão perdoados. Os escribas e fariseus começaram a murmurar, dizendo: Quem é este que assim blasfema? Quem pode perdoar os pecados senão Deus? Conhecendo-lhes os pensamentos, Jesus respondeu, dizendo: ‘Por que murmurais em vossos corações? O que é mais fácil dizer: ‘teus pecados estão perdoados’, ou dizer: ‘levanta-te e anda’? Pois, para que saibais que o Filho do homem tem na terra poder de perdoar os pecados – disse ao paralítico – eu te digo: levanta-te, pega o leito e vai para casa’. Imediatamente, diante deles, ele se levantou, tomou o leito e foi para casa, louvando a Deus. Todos ficaram fora de si, glorificavam a Deus e cheios de temor diziam: ‘Hoje vimos coisas maravilhosas!’ Beata Catarina Troiani tinha a fé suficiente para enfrentar os desafios de sua missão e sabia que os milagres aconteceriam assim que deles ela necessitasse juntamente com as irmãs que a seguiam em missão, pois a cada novo desafio ela confiava totalmente na fé em Cristo de que a solução apareceria sempre que um obstáculo surgisse.

Madre Catarina Troiani