“Tudo por vós, meu Deus, quanto faço, quanto digo e quanto penso, em cada respiração minha quero, meu Senhor, dar-vos a alma e consagrar- vos o coração”

“Tudo por vós, meu Deus, quanto faço, quanto digo e quanto penso, em cada respiração minha quero, meu Senhor, dar-vos a alma e consagrar- vos o coração”

No Evangelho de hoje Jesus chamou os doze e começou a enviá-los dois a dois, dando-lhes poder sobre os espíritos impuros. Recomendou-lhes que não levassem nada para o caminho, a não ser um cajado; nem pão, nem sacola, nem dinheiro na cintura.  Mandou que andassem de sandálias e que não levassem duas túnicas.  E Jesus disse ainda: “Quando entrardes numa casa, ficai ali até vossa partida.  Se em algum lugar não vos receberem nem quiserem vos escutar, quando sairdes, sacudi a poeira dos pés como testemunho contra eles!”  Então os doze partiram e pregaram que todos se convertessem.  Expulsavam muitos demônios e curavam numerosos doentes, ungindo-os com óleo. Durante toda sua vida Beata Catarina Troiani acatou a missão recebida de servir à Deus servindo aos irmãos e praticava a paz, o bem e o amor às crianças abandonadas, excluídas da sociedade e contava com as providências que São José intercedendo a Deus conseguia para manter o instituto funcionando e acolhendo cada dia mais crianças.

Madre Catarina Troiani