“Abismada no meu profundo nada de misérias e pecados, aos pés do SSmo. Ternário, de meu Pai S. Francisco e da minha mãe Sta. Clara e de todos os meus santos protetores, renovo de coração meus propósitos”.

“Abismada no meu profundo nada de misérias e pecados, aos pés do SSmo. Ternário, de meu Pai S. Francisco e da minha mãe Sta. Clara e de todos os meus santos protetores, renovo de coração meus propósitos”.

Evangelho – Mc 1,40-45

Um leproso chegou perto de Jesus, e de joelhos pediu: ‘Se queres tens o poder de curar-me’. Jesus, cheio de compaixão, estendeu a mão, tocou nele, e disse: ‘Eu quero: fica curado!’
No mesmo instante a lepra desapareceu e ele ficou curado. Então Jesus o mandou logo embora, falando com firmeza: ‘Não contes nada disso a ninguém! Vai, mostra-te ao sacerdote
e oferece, pela tua purificação, o que Moisés ordenou, como prova para eles!’ Ele foi e começou a contar e a divulgar muito o fato. Por isso Jesus não podia mais entrar publicamente numa cidade: ficava fora, em lugares desertos. E de toda parte vinham procurá-lo.

Beata Catarina troiani não teve uma missão fácil, ela saiu e no meio de caminho ainda ficou sabendo que quem a receberia além mar tinha falecido e nem por isso ela desistiu. Falando para as irmãs que se Deus tinha permitido que elas saíssem e missão, da mesma forma Ele as protegeria durante a execução da mesma. E quando lá chegaram tiveram suas dificuldades a enfrentar, mas em momento algum nossa Beata pensou em desistir. Ela permanecia na fé e no amor de Deus sempre seguindo em frente e estimulando as irmãs que a acompanhavam em missão.