“Confiou-nos a obra das Pequenas Mouras, porque em consideração ao amor que dedicam ao nosso Pai São Francisco, desejam que este Santo Patriarca tome sob sua proteção estas crianças”.

No evangelho de hoje Jesus pôs-se a dizer: “Eu te louvo, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas coisas aos sábios e entendidos e as revelaste aos pequeninos. Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado. Tudo me foi entregue por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai, e ninguém conhece o Pai, senão o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar”. Beata Catarina Troiani procurava cada dia ser melhor, mas ela sabia que estava longe ainda de ser perfeita, mas admitia a si mesma que todos podemos melhorar sempre um pouco mais e nos deixou esse exemplo de que embora pensemos que já estamos fazendo o suficiente, ainda podemos sempre fazer mais e melhorar a cada dia. E que amar as pessoas que não nos faz bem ou não nos quer bem é o que realmente acrescenta na nossa vida e ensinar aquelas crianças a perdoarem as pessoas que a escravizaram, abandonaram e excluíram era o que as tornaria melhores que elas e esse trabalho era feito constantemente, pois somente o amor supera a tudo.