“Eu estou com Deus e vou sempre adiante, segura e agarrada à Providência de São José”.

“Eu estou com Deus e vou sempre adiante, segura e agarrada à Providência de São José”.

Como sucedeu nos dias de Noé, assim será nos dias do Filho do homem: comiam, bebiam, homens e mulheres se casavam até o dia em que Noé entrou na arca; veio o dilúvio e os fez perecer a todos. Será como no tempo de Ló: comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam, construíam; mas no dia em que Ló saiu de Sodoma, Deus fez chover do céu fogo e enxofre e os fez perecer a todos. Assim será no dia em que o Filho do homem se revelar. Naquele dia, quem estiver no terraço e tiver bens dentro da casa não desça para buscá-los; também aquele que estiver no sítio não volte atrás. Lembrem-se da mulher de Ló. Quem procurar se poupar vai acabar se perdendo; e quem se perder vai se preservar. Eu vos digo: naquela noite estarão dois num mesmo leito: um será levado e o outro deixado. Estarão duas mulheres moendo juntas: uma será levada e a outra deixada”. Tomando a palavra, perguntaram-lhe: “Onde, Senhor?” Respondeu-lhes Jesus: “Onde estiver o corpo, aí também se juntarão os abutres”. Beata Catarina se comprometeu com Deus desde sua adolescência, quando foi deixada no convento, ela cresceu percebendo que não foi por acaso que tudo aquilo aconteceu e que ela foi deixada no lugar certo, pois sentia um enorme desejo de ser a esposa de Jesus e de auxiliar todas as pessoas que dela necessitava, ela sentia prazer em servir sempre. Fazia tudo com carinho e dedicação e quando chegou a hora, ela sabia que estava pronta para seguir a missão que Deus havia lhe preparado e estava disposta a entrar de cabeça, alma e coração para conseguir os melhores frutos dessas sementes que sairia a plantar.