“Jamais ofender a Deus deliberadamente, jamais!”

“Jamais ofender a Deus deliberadamente, jamais!”

Evangelho – Mc 7,24-30

Jesus saiu dali e foi para a região de Tiro e Sidônia. Entrou numa casa e não queria que ninguém soubesse onde ele estava. Mas não conseguiu ficar escondido. Uma mulher, que tinha uma filha com um espírito impuro, ouviu falar de Jesus. Foi até ele e caiu a seus pés. A mulher era pagã, nascida na Fenícia da Síria. Ela suplicou a Jesus que expulsasse de sua filha o demônio. Jesus disse: ‘Deixa primeiro que os filhos fiquem saciados, porque não está certo tirar o pão dos filhos e jogá-lo aos cachorrinhos.’ A mulher respondeu: ‘É verdade, Senhor; mas também os cachorrinhos, debaixo da mesa, comem as migalhas que as crianças deixam cair.’ Então Jesus disse: ‘Por causa do que acabas de dizer, podes voltar para casa. O demônio já saiu de tua filha.’ Ela voltou para casa e encontrou sua filha deitada na cama, pois o demônio já havia saído dela.

Jesus lhe disse: ‘Não fica bem tirar o pão dos filhos para jogá-lo aos cachorrinhos.’ A mulher insistiu: ‘É verdade, Senhor; mas os cachorrinhos também comem as migalhas que caem da mesa de seus donos!’ Diante disso, Jesus lhe disse: ‘Mulher, grande é a tua fé! Seja feito como tu queres!’ E desde aquele momento sua filha ficou curada. Jesus nos mostra que é verdadeiramente um judeu, mas no segundo, nos mostra como verdadeiramente devemos ser e agir. Com amor a todos que demonstram fé e desejo de se entregar nas mãos do Pai. Beata Catarina Troiani viveu uma vida de fé e de caridade, ela ajudava a todos que necessitavam. E ela sabia que era assim que Jesus gostaria que ela agisse, sempre fazendo o bem e levando a paz e não julgando o grau de merecimento das pessoas a quem ela acudia durante sua missão.