“Procurar sempre morrer no coração de todos; assim todo louvor e glória remeterão sempre ao esquecimento”

No evangelho de hoje, disse Jesus aos seus discípulos: Quando vier o Defensor que eu vos mandarei da parte do Pai, o Espírito da Verdade, que procede do Pai, ele dará testemunho de mim. E vós também dareis testemunho, porque estais comigo desde o começo. Eu vos disse estas coisas  para que a vossa fé não seja abalada.  Expulsar-vos-ão das sinagogas,  e virá a hora em que aquele que vos matar julgará estar prestando culto a Deus.  Agirão assim, porque não conheceram o Pai, nem a mim. Eu vos digo isto, para que vos lembreis de que eu o disse, quando chegar a hora. Beata Catarina Troiani tinha com certa o sal em sua vida e ela ainda temperava a vida das crianças sofredoras até que elas pudessem entender o verdadeiro sentido por si só. Ou seja, o nosso tempero, o sal de nossa vida é exatamente aquilo que somos, pregamos e fazemos e ela acreditava que insosso era aquele que pregava e não vivia o que falava, o que prometia e não cumpria, o que via o irmão caído e sofrendo e passava de lado sem enxergar nada. Ou seja, muitos de nós nos tornamos insossos com o tempo, porque Deus nos colocou no mundo para sermos o tempero de nossas vidas e dos que nos rodeiam.