“Procurarei o perfeito despojamento interior, sendo desapegada de qualquer consolação espiritual, para viver crucificada com meu Esposo despido e abandonado sobre a cruz”

No evangelho de hoje disse Jesus aos seus discípulos: Este é o meu mandamento: amai-vos uns aos outros, assim como eu vos amei.
Ninguém tem amor maior do que aquele que dá sua vida pelos amigos.
Vós sois meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando. Já não vos chamo servos, pois o servo não sabe o que faz o seu senhor. Eu chamo-vos amigos, porque vos dei a conhecer tudo o que ouvi de meu Pai. Não fostes vós que me escolhestes, mas fui eu que vos escolhi e vos designei para irdes e para que produzais fruto e o vosso fruto permaneça. O que, então, pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo concederá. Isto é o que vos ordeno: amai-vos uns aos outros. Um dilema que deveria ser seguido por todos nós assim como Beata Catarina Troiani fazia, pois quem não está contra nós de certa forma está de acordo conosco. Ela lidava com todas as religiões, sabia lidar com os muçulmanos e procurava sempre entender todos os pensamentos e ações das pessoas que a rodeavam e percebia que não era porque a pessoa pensava diferente que por isso ela estava errada. Mas acreditava que cada qual em sua forma de pensar poderia amar a Deus e ao próximo e se assim fosse independente de sua crença, jamais seria uma pessoa do contra ou que não agradasse a Deus. Ela cuidava e acalentava a todas as crianças que dela necessitava e nunca em momento algum ela fez distinção de ninguém, continuando sua missão mostrando se nosso Deus é um Deus de amor e acolhe a todos seus filhos sem exceção.