“Quero colocar toda a minha grandeza no desprezo, desejando ser relegada e menosprezada, morrendo no coração de todos, para que eu possa conseguir aquela perfeição que Vós quereis de mim.”

“Quero colocar toda a minha grandeza no desprezo, desejando ser relegada e menosprezada, morrendo no coração de todos, para que eu possa conseguir aquela perfeição que Vós quereis de mim.”

Evangelho – Mc 7,31-37

Jesus saiu de novo da região de Tiro, passou por Sidônia e continuou até o mar da Galileia, atravessando a região da Decápole. Trouxeram então um homem surdo, que falava com dificuldade, e pediram que Jesus lhe impusesse a mão. Jesus afastou-se com o homem, para fora da multidão; em seguida colocou os dedos nos seus ouvidos, cuspiu e com a saliva tocou a língua dele. Olhando para o céu, suspirou e disse: ‘Efatá!’, que quer dizer: ‘Abre-te!’ Imediatamente seus ouvidos se abriram, sua língua se soltou e ele começou a falar sem dificuldade. Jesus recomendou com insistência que não contassem a ninguém. Mas, quanto mais ele recomendava, mais eles divulgavam. Muito impressionados, diziam: ‘Ele tem feito bem todas as coisas: Aos surdos faz ouvir e aos mudos falar’.

Deus nos prova em todos os momentos que somos seus filhos e que Ele nos deixa livres para fazermos nossas escolhas. Cabe a cada um de nós saber escolher o melhor caminho e seguir em frente sempre com Cristo em nosso coração. Beata Catarina Troiani sabia que a salvação só poderia acontecer através de Jesus e por Ele ter dado a vida por todos nós e por isso mesmo ela vivia plenamente seus ensinamentos e procurava fazer sempre o bem e levar a paz para todos pequeninos que por sua vida passassem. Que nós também possamos ter fé para enxergar o melhor caminho a nossa frente e que seja qual for a escolha ela nos remeta ao caminho da paz e do bem.